terça-feira, 13 de abril de 2010

VENTO ( de VALÉRIAC)

VENTO

Ah! Que bom sentir

o vento que sopra em meu corpo.

O mesmo vento que vem e que vai,

que sopra o teu e o meu,

que gira o mundo...

Sem limites, sem medos,

sem querer...

Que envolve, que abraça,

entorpece ...

E traz o teu cheiro no ar.

Me alegra a idéia de poder tê-lo

de alguma forma,

ao menos , ao imaginar...

que o vento que te tocou,

seja este que acabou de me tocar ...

ValériaC

Imagem : http://images.google.com.br

20 comentários:

PROF. HERMES EDGAR MACHADO JUNIOR disse...

Shalom, Valéria!
Confesso que não tenho vocação poética,
pois sou muito racional, mental e amante
do técnico, filosófico, psicológico...
Mas não posso negar, por outro
lado, que não tenha gostado e sentido
algo tão bom no meu interior ao ler teus
poemas. O "VENTO" me tocou também!
Parabéns! Bjs

Maria disse...

Minha querida, também eu adoro sentir o vento e tantas e tantas vezes que ele me trás os cheiros deliciosos do passado, como o da lenha a queimar no forno da minha avô, ou o cheiro da terra molhada depois de ter chovido.
Adorei também este seu cantinho e vou seguir com muito prazer.
Bjs
Maria

Julimar Murat disse...

Querida Valéria

Que lindo!!!!!!
O vento que te tocou é o mesmo que acabou de me tocar.
Lindo demais!!!!!
Beijos

julimar

ValeriaC disse...

Hermes meu tão querido amigo...que alegria você por aqui...sabe que sempre imaginei que você fosse do jeito que você se descreve...um tanto sério...e eu gosto disso e te acho admirável, sem dúvida alguma.
Eu sempre escrevi, pra mim escrever sempre foi um santo remédio, e confesso que há muito tempo havia deixado de lado este meu lado poético...mas lendo tantos poemas lindos de blogs amigos...me veio a vontade de deixar este meu lado aflorar outra vez...
Obrigada por sua companhia aqui também...
Beijos...

ValeriaC disse...

Maria querida, que alegria sua presença neste meu outro cantinho...obrigada por sua companhia aqui também...
Ah... o vento pode nos trazer tantas boas lembranças, não e amiga? Delícia... o cheiro de fogão a lenha...de terra molhada...também adoro...
Beijos...

ValeriaC disse...

Julimar, estou tão feliz com você por aqui também.. é uma satisfação compartilhar este meu lado com cada um de vocês...
Nem me fale como é bom...até o vento nos trazer algo bom...
Beijos flor amiga...

Cacau Loureiro disse...

Ihhhhhhh! poetisa, adorei, curto muito poemas, é bom ser mais leve sim, mais a poesia é densa não?! Meus parabéns, mas um cantinho para deitar na rede da vida e me embalar, beijos!

Jeanne disse...

O vento é uma carícia, refrigério, sopro divino na gente. Adoro!
Escreves muito bem, a poesia não é fácil, e conseguiste passar emoção com simplicidade...
Parabéns pelo novo blog, ficou bem legal.
Beijos

ValeriaC disse...

Cacau, minha flor linda... que bom que gostou...me alegra muito sua presença aqui também... sei que você adora poesia, pois você é uma poetisa maravilhosa...
Beijos amiga...

ValeriaC disse...

Jeanne minha querida amiga, que bom sua presença aqui...fico feliz que você tenha gostado... belíssimo seu comentário...o que escrevo reflete bem meu jeitinho que ama a simplicidade...
Beijos...

Livinha disse...

Ah esse vento que passou por ti
tropessou comigo, exalando
teu perfume amigo,
Desfolhou minhas lembranças
e mostrou escrito:
Estarei sempre contigo
e ainda assinado embaixo,
com as cores mais singelas:
Valéria...

Lindo minha querida
já estou te seguindo.

Bjs
Livinha

ValeriaC disse...

Minha linda amiga Livinha...que lindo e sempre tão poético comentário... bom demais você passeando por aqui também...
Beijos...

Mariana disse...

Que lindo, até senti este vento suave e poético.
estou seguindo este tb.
Sucesso por aqui.

ValeriaC disse...

Mariana querida, que alegria você em meu outro cantinho...obrigada por sua amizade...
Eu te mandei DM no Twitter, não sei se você vai entender o que eu quis te explicar, se você tiver alguma coisa que eu possa te ensinar de lá, me manda DM que eu tento, tá?
Beijos amiga...

wcastanheira disse...

imaginar q o vento q t tocou, seja este q acabou de em tocar....uauau vc arrazou, um final apoteótico, q leva o romantismo ao extremo, adorei seus versos e a poesia neles contida, pra vc minha linda bjos, bjos e bjossssss

KrystalDiVerso disse...

O vento!... Este seu vento que é brisa acariciando a frescura de um fresco sentimento, que afaga sua frescura de brisa de um momento e de todos os momentos que o vento lhe trás!... Chega, a fita num bailado sereno e ensaia um ritual que a envolve, que a despe, a despoja de suas transparentes vestes... e a veste com um finíssimo véu de transparente vento, tecido por ele mesmo nas voltas do vento que o vento, entre muitos ventos iguais, a beijou!... Esse seu vento!



Agradável esta sua brisa!




Escolha entre... beijos e abraços

ValeriaC disse...

Castanheira meu amigo querido e poeta... obrigado por seu lindo comentário...e pra você também beijooossss...

ValeriaC disse...

Krystal...que poético e maravilhoso comentário...
adorei...obrigada por sua visita aqui em meu cantinho...
Beijos...

Chris disse...

Querida Valéria, adorei sua visita ao meu cantinho, vim agradecer e encontrei um outro lugar muito doce. Claro que também estarei sempre por aqui.
Parabéns pelos blogs.

Lindo seu poema, o vento.

"As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido."

( Fernando Pessoa )
Um beijo em seu coração.

ValeriaC disse...

Chris querida, fico imensamente feliz por ter sua companhia neste meu outro cantinho...adorei suas palavras...
Beijos...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails