domingo, 22 de maio de 2011

NHÁ CHIQUINHA (de ValériaC)


NHÁ CHIQUINHA


Saudade

de Nhá Chiquinha,

saudade

da minha madrinha,

da sua doçura,

seu jeito manso

de acarinhar...

do cheiro

do café no bule,

do bolinho de chuva

que só ela sabe preparar...

da comida caseira,

perfume de roça,

sabor

de fogão à lenha...

Vontade

de ficar pertinho

dela

ouvindo conselhos,

seus “causos” contar...

Saudade

dessa que também

é minha mãezinha,

que no meu coração

sempre está...

Assim que der

vou correndo

sua morada

visitar,

dar um abraço

apertado,

esta saudade

matar...


ValériaC


Imagem: http://www.orkugifs.com

37 comentários:

Marcia disse...

Valeria estou de blog novo o outro deu defeito,lindo post amiga sempre um doce!

✿ chica disse...

Até me deu vontade de ir junto visitar a tua Nhá Chiquinha...Que lindo!

um beijo às duas,chica

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga


Viver exige
estar com aqueles
que se alimentam
de vida,
das suas cores
e dos seus sabores.

Que as estrelas
sempre brilhem em teu olhar.

Vieira Calado disse...

Saudade...

saudade!


Palavra doce!

Bjsss

♫*Isa Mar disse...

Ai amiga, li teu poema com lágrimas nos olhos e você sabe porquê...
Saudade gostosa, com sabor de café no bule e bolinhos de chuva, tudo feito com amor e carinho que só nhá chiquinha sabe preparar, lindo!
Beijos em tua alma!

Terê. disse...

olá minha querida, desculpa a falta de tempo, saudade palavra doce, lindo poema, bju terê.

Toninhobira disse...

Neste dia de chuva,frio vida caseira...Saudade do fogão a lenha.
Linda esta saudade Valeria, senti o cheiro do café de bule e o sabor do bolinho de chuva.Doce e gostosa inspiração.Abraços de paz. Bju de luz.

ONG ALERTA disse...

Maravilhosa saudade...lindo.
Beijo Lisette.

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema lindo...por vezes a saudade é tão doce.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Arnoldo Pimentel disse...

A saudade sempre nos acompanhando.Lindo poema, beijos.

valeria soares disse...

Tanta ternura... adorei!

Aleatoriamente disse...

Ai, Valéria que ternura.
E sem contar que me deu uma fome!
Teu poema é doce e cheio de “quase posso tocar”.
Belo escrever assim e eu amei.
A saudade é algo que nos liga, com o sentimento mais profundo em nós.

Beijo, linda.
Fernanda

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ah, um poeminha bem rural, bem daqueles que dão vontade da gente ir pra roça, comer delícias da vovó ou da madrinha. Desejo lindaa semana. Beijos, Valéria

Marlene disse...

VALÉRIA QUE DOCE SAUDADES MADRINHA É MESMO QUASE MÃE,QUE LEMBRANÇAS DELICIOSAS,VONTADE DE VOLTAR AO
TEMPO DE CRIANÇA,DOS PASSEIOS DE FÉRIAS,MUITO BOM PARABENS AMIG TENHA UMA SEMANA LINDA BJS MARLENE

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Aproveite todos os momentos bons que a vida te reserva minha querida, porque o hoje é o ontem do amanhã e ele passa correndo, que muitas vezes nem temos tempo de dizer a estes seres tão queridos o quanto os ama-mos .
Beijinhos de luz e paz nos seus dias

Entrevidas disse...

Saudades, saudades, as vezes doce outras vezes chega ser amarga ou triste. Não importa o texto é lindo. Beijos

Um brasileiro disse...

OI. TUDO BLZ? ESPERO QUE SIM. ESTIVE POR AQUI. GOSTEI. MUITO LEGAL E GOSTOSO. APAREÇA POR LA. ABRAÇOS.

Anne Lieri disse...

Valeria,que gostoso ter uma madrinha assim,tão fofa!Acho que é uma fada disfarçada!...rss...linda sua poesia e homenagem!Bjs e boa semana!

Vozes de Minha Alma disse...

Que legal amiga Valéria, que este amor seja pleno do teu carinho para com ela.
Desperta em mim também este sentimento saudoso do campo e nossos parentes.
Um abraço afetuoso, beijos.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Valéria
Me transportei para o interior. Também tenho uma em minha vida, só que é a dindinha Amélia, muito fofa.
Bjux

Paulo Francisco disse...

A ternura de suas palavras nos transporta para um passado repleto de aroma de flores.
Um beijo grande.

Brasil Desnudo disse...

Oi minha querida!

Que covardia esse Post!

Cabei de chegar, com fome, e leio isso, Covardiaaaa!
Minha vó quando eu era pequeno, colocava eu sentadinho no colo dela e, fazia bolinhas de tutu, aquela sobrinha do feijão, que naquela época tinha carne seca, lombo de porco, toicinho... Ela fazia um tutu com essa sobrinha e depois, fazia as bolinhas e dava eu comer, isso sentadinho no colinho dela...
Boas recordações Valéria...

Nada como lembrar dessa boa época, não acha?

Um linda noite pra ti e, uma semana mais do que maravilhosa...

Bjs

Marcio RJ

PS! Por onde anda Livinha, faz tempo que não tenho notícias dela? Ela tá doente, Valéria?

Mariz disse...

Q gostosinho, de uma ternura e carinho imensos, dá até vontade de ir à roça conhecer a Nhá Chiquinha...cafézinho de bule, bolinho de chuva e cheirinho de terra...q coisa boa.

uma noite maravilhosa prá vc.

beijos...Mariz

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Valéria amada,

Suas palavras me fizeram lembrar agora da minha madrinha.
Tinhamos uma relação muito linda de grande carinho e compreensão.
Lindo Poema amiga, e emocionante!!!

Um grande beijo em seu coração!

Sam disse...

Bom dia Valéria!
Vim convidar você para conhecer meus blogs
http://palavras-e-sentimentos.blogspot.com/
http://junglegirl-na-janela-secreta.blogspot.com/
Se gostar pode seguir, ficarei feliz em vê vc por lá *-*

Sam

Tatiana Kielberman disse...

Que lindo!!!

Poema com gosto de saudade!

Beijo grande, querida!

Élys disse...

Minha querida amiga
Que poesia , doce, terna. Que vontade de visitar Nhá Chiquinha. Senti o cheiro gostoso do café no bule.
Beijos e uma linda semana.

Nilce disse...

Oi Valéria

Ternuras a alguém muito especial.
Lembrei-me da minha madrinha Celeste, você conseguiu descrevê-la.
Amei!

Bjs no coração!

Nilce

Lis disse...

Ah Valéria me tocou profundamente! esse cenário do campo , esse cheirinho de avó ...
belíssima poesia
Permita-me levar comigo e enfeitar meus registros mais queridos e sentimentais!
Obrigada
beijinhos

Sandra disse...

OLA TUDO BEM..ESPERO QUE SIM..
HOJE TIREI UM TEMPINHO PARA REVER AMIGOS.
A SAUDADE AS VEZES APERTA E NOS INVADE O CORAÇÃO. É SEMPRE BOM REVER..VISITAR E CONVIVER.

SEU BLOG ESTÁ SIMPLESMENTE BELO. O SOM DO CORAÇÃO ME TROUXE DE VOLTA E ATÉ AQUI NESTE LINDO E BELO CANTINHO..

TEMOS ALGUÉM MUITO QUERIDA EM COMUM. POR ISSO DEIXO O MEU CONVITE PARA TI. VENHA CONFERIR AQUI NESTE CANTINHO.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/

AS AMIZADES SÃO COISAS MUITO ESPECIAIS QUE CULTIVAMOS. SÃO PÉROLAS EM CONCHA..
CARINHOSAMENTE DEIXO O MEU ABRAÇO
SANDRA

Aleatoriamente disse...

Oi linda, passando para deixar um beijinho.
Fernanda

Luciano Braz disse...

Valeria, que lindo ... lembrei da minha mãe, ela tinha esse geito ... a vejo sentindo o cehiro do bule de café ... sainto muitas saudades.

Querida, obrigado por seu carinho viu ... te deixo um beijo e meu desejo de uma quarta feira linda.

Luciano Braz

Vivian disse...

Bom dia,Valeria!!

Que lindo...é tão bom quando recordamos momentos que nos fizeram felizes!!!Vá logo visitar sua madrinha!!Aproveite!
Linda sua poesia!!!De sentimentos puros e verdadeiros!
Beijos!!

Tatiana Moreira disse...

Quem passa por nós e nos cativa com carinho, deixa sempre saudade!
_________________________

Você faz parte da alegria que eu estou sentindo... Por essa razão conto com a sua presença em meu blog, participando do sorteio que será realizado!
Sinta-se carinhosamente abraçada.

Estrela disse...

Valéria,
Oieee...puxa com essas palavras carinhosa vc me fez lembrar da minha madrinha....saudades.
Olha deixe dois selinhos p/ vc lá no blog.
Tenha uma linda quinta-feira.
Deus te abençoe.
Bjus Jú

Flor da Vida disse...

Quanta doçura em seus versos minha linda amiga!
Sua madrinha com certeza sente muito orgulho por ter uma afilhada tão bela e iluminada como você!
Seus versos me tocaram...

Trouxeram uma imensa saudade de minha vozinha, que hoje é uma estrelinha brilhando intensamente no céu...

Amada, carinhos...
Beijos

LUCIENE RROQUES disse...

Quando os lugares são muitos, e o tempo se torna pouco em muitos afazeres, as rotinas extensas; e um dia lembramos o nome da doce página, que nos encanta pela doçura nas palavras nos emails, sempre cativante. Você é um verdadeiro doce. Uma pessoa linda. Que meigo gesto a saudade de madrinha, saudade de mãe. Como é bom ter esse carinho não é mesmo?

Um grande abraço querida.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails