sexta-feira, 25 de abril de 2014

NO SILÊNCIO (de ValériaC)



Texto de: ValériaC (em 24/04/2014  - 13:06 hs)

Imagem: ValériaC / arquivo pessoal

17 comentários:

ValeriaC disse...

NO SILÊNCIO (de ValériaC)

No silêncio dos meus dias,
no vaguear dos meus olhos
pelo horizonte...
corpo e alma gritam
sonhos e desejos...
E eu me pergunto:
por que tantas vezes
insisto em fingir
que não os ouço?

Rô... disse...

oi minha querida,

as vezes passamos por cima das nossas próprias vontades...

beijinhos

✿ chica disse...

Lindo questionamento,valéria! Sempre inspirada! beijos,tudo de bom,chica

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Valéria

Por vezes não queremos apenas ouvir esse silêncio.

Um beijinho com carinho e bom fim de semana
Sonhadora

Vera Lúcia disse...


Valéria querida,

Belas palavras poéticas.
Muitas vezes sufocamos sonhos e desejos por insegurança ou medo do risco, mas somente ousando não carregaremos arrependimentos ou aquele sabor amargo de algo que não se viveu.

Excelente final de semana.

Beijo.

lis disse...

Estamos sempre a imaginar nossos sonhos desfeitos nossas vozes não ouvidas...
Que nosso coração se aquiete...rs
beijinhos Valéria

Lourdinha Vilela disse...

Os silêncios dentro de nós,dizem mais que os nossos gritos.
Lindo. bjs.

Majoli disse...

Tão eu seu poema Valéria.
Lindo e profundo.

Beijos com carinho.

Élys disse...

É... isso acontece muito e nestes casos, creio, é preciso analisar com bastante discernimento, usando equilibradamente a razão e o coração, para uma tomada de decisão.
Beijos, Élys

Ani Braga disse...

Oi Valéria querida


As vezes é só uma forma que encontramos de nos proteger.

Beijos
Ani

Maria José Rezende de Lacerda disse...

Olá amiga. Estou sumida. Não tenho tido tempo para trocar carinhos e ideias. Às vezes não nos permitimos sentir. Beijos e bom final de semana.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Valéria
Que bom voltou pra nos alegrar!!!
Seja feliz e abençoada!!!
Bjm fraterno de paz e bem

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Valéria.
É mais fácil vivermos no comodismo surdo da nossa vivência do que abrir os ouvidos para novas perspectivas de existência, que geralmente exigem uma mudança que nem sempre estamos prontos a assumir.
Lindo!
Tenha uma semana de paz!
Beijos na alma!

Vieira Calado disse...

Bem... às vezes dá jeito não ouvir, ou fingir que não se ouve...
Beijinho para si!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Mas o silêncio sempre se faz ouvir.
Desejo que esteja bem.

Bj.
Irene Alves

Brisa Petala disse...

OLÁ QUERIDA
Muitas vezes dedicamos momentos de nossos dias
a determinadas situações que merecem a nossa atenção e respeito.
Hoje, não apenas alguns minutos, mas sim o dia inteiro
é dedicado a você, e em especial a tudo o que você representa.

Gostaria que soubesse, que sempre estarei torcendo para que
seus objetivos sejam alcançados, e para que a alegria de
dias especiais como o dia de hoje, encham seu coração
do mais puro sentimento.

Somente uma pessoa especial como você, tem o privilegio
de ser chamada de mãe.

Parabéns pelo seu dia

Antonio Reis disse...

O silencio e seu poder de reflexão.
Saber ouvir e saber se permitir reside toda nossa arte de viver com certeza amiga.
Que bom ler suas belas inspirações.
Fico feliz de lhe ver tão na ativa, pois que a poesia não pode parar.

Meus parabéns sempre.
Abraços.
Beijo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails